~ grande coisa

Eu sempre quis grandes coisas.

De tanto querer, fiquei assim.

Assim só como quem não quer a coisa

que eu não sabia que sempre esteve em mim.

Eu sempre quis ser grande coisa

mas nunca fui tão interessante assim;

só sonhava grandes sonhos

para compensar o que sonhavam de mim.

A grande coisa é que não fui coisa grande, fiquei pequena, só cresci.

Escondida nas esquinas dos escritórios cinzentos,

a ouvir os vultos de fato birrentos

a gritar para parecer grandes

e que não era tão grandes assim.

Já nem sei que grande coisa era essa

que eu ansiava tão seguramente ser;

deve ser bom ser grande coisa e atirar as cartas na mesa.

Jogar e ter sempre a certeza, que não se sai a perder.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

Create your website at WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: